quarta-feira, novembro 24, 2010

Ônibus Incendiados

Talvez vocês já tenham ouvido sobre o assunto no noticiário ou através de amigos/pais/professores, mas mesmo assim vou explicar:
Na manhã desta quarta-feira, um ônibus incendiado em Vicente de Carvalho estava no caminho de Leonardo Falqueto e de Katia Porrozzi que, assustada, fez o seguinte relato:

"Ver esta situação é triste, viver está situação é de dar pavor, e foi assim que comecei o meu dia hoje. Quando desci minha rua em direção ao metrô, bandidos tinham acabado de fazer os passageiros saírem do ônibus e atearam fogo ao coletivo. Que pavor! Não sabia se corria com medo de explosão. A Polícia chegou superarmada, intimidando todos. Os pneus começaram a estourar, mas eu não sabia se eram tiros que vinham do Morro do Juramento. No meu pensamento só queria tentar subir a rampa que leva ao metrô. Mas, e se atirassem em mim? 
" Todos precisam de segurança: o pessoal de baixa renda, moradores de comunidades, e nós, do asfalto. Porém, nem eles nem nós estamos seguros com as UPPs "

Com a responsabilidade de ir trabalhar o sofrimento dobra. O pânico é um sentimento terrível, nem sei como tirei esta foto na hora, acuada como estava. Todos precisam de segurança: o pessoal de baixa renda, moradores de comunidades, e nós, do asfalto. Porém, nem eles nem nós estamos seguros com as UPPs. Eles, onde moram, estão protegidos, mas quando saem das comunidades passam por todo esse perigo; e nós, contribuintes, vivemos num cárcere. Cadê o planejamento da segurança do Rio de Janeiro?"
Leitores registram ataques no Rio, veja a galeria de fotos Por volta das 10h desta quarta-feira, Paulo Roberto da Silva Botelho Junior relatou que bandidos estavam queimando carros na estação de Tancredo Neves, em Santa Cruz:
"Fui conferir pessoalmente e estava tudo fechado. Segundo relatos de pessoas que vinham do local, quando bandidos jogaram combustível numa van, alguns passageiros teriam se ferido."


Bom, pelo que eu soube, essa queima de ônibus foi um tipo de "ataque terrorista", mas, como diz o Felipe, irmão da Maria Luísa: aqui no Brasil só fazem isso para dar medinho nos policiais. Não tem organização suficiente para fazer realmente ATAQUES TERRORISTAS. Como euuu disse: o Brasil é um lugar perigosamente seguro. Isto é, tá cheio de pivetes se achando pra caramba com armas -cena de arrepiar, e decepcionar- mas que, na verdade, não seriam capazes de cometer ataques. Todo santo dia ligamos o noticiário e o que escutamos são nada menos do que notícias ruins, pois hoje, além de ouvi-las, muitos brasileiros presenciaram essa situação. A queima de ônibus resultou em mortes inocentes. 12 mortes inocentes. Não sei quanto a vocês, mas para mim isso soa num tanto desapontador. Saber que o nosso país tem tantas coisas ... violentas. E pior ainda é saber que há pessoas que brincam com assuntos que não são motivo de brincadeiras: esta tarde criaram boatos de que os traficantes estavam invadindo o shopping leblon, o que fez com que vários estudantes do meu colégio, e moradores do mesmo bairro ficaram aterrorizados. Além disso, pregaram uma pegadinha deixando caixas -vazias- em praças públicas (General Osório e Nossa Senhora da Paz) fazendo com que os policiais acreditassem que fossem bombas.

OK, não posso falar muito agora então por enquanto é só. Beijinhos ;)

PS.: Além do ônibus que eu citei na reportagem acima também houveram outros 5 queimados.
Fonte: www.oglobo.globo.com

Um comentário: