sábado, janeiro 15, 2011

Chuva em Teresópolis



Oiee! Eu estou me arrumando agora para ir para teresópolis. Eu, meu irmão, minha mãe e meu avô vamos dar uma passadinha lá para ver como está a situação.

Infelizmente, quarta-feira (12) a chuva atingiu a cidade numa rapidez inesperada, e os moradores estavam despreparados. A chuva foi forte demais, e muitos barrancos caíram, e, além disso, alagou tudo!

Chega a 539 o número de mortes na região serrana desde a chuva da última terça (11). As mortes são registradas em Nova Friburgo (246), Teresópolis (229), Petrópolis (41), Sumidouro (19) e São José do Vale do Rio Preto (4). Há pessoas desalojadas --foram para casa de amigos e familiares-- e desabrigadas --ou seja dependem de abrigos públicos. O governador do Rio, Sérgio Cabral Filho (PMDB), afirmou hoje haverá o momento de se fazer "autocrítica" e "avaliação" sobre a tragédia na região serrana. Mas, para ele, este não é o momento. "A hora é de arregaçar as mangas e ajudar a essas famílias. É máquina, bombeiros trabalhando. Sempre tem a hora de fazer avaliação. Tem que se fazer uma autocrítica, por que se permitiu fazer tudo isso. Mas agora é resgatar corpos e ajudar famílias desabrigadas. Não vamos perder tempo nesse momento", disse o governador, em visita ao bairro Caleme, em Teresópolis, um dos mais atingidos por deslizamentos e cheias de rios.

Nós já estamos acostumados com essas chuvas repentinas e destruidoras, mas é sempre uma tragédia, não é? Pensar que haviam famílias curtindo suas férias, e de repente isso, essa tragédia. Estou em prontidão para avaliar o estrago causado. A preifeitura estimou uns 530 mil reais para reconstruir teresópolis. Em alguns dias, quando acabarem de socorrer os soterrados, entre outros, aí os levarão para abrigos e etc. Quando chegarmos nessa etapa do processo, então já estaremos prontos pata ajudar! Enviando roupas, comida, e ajuda de todas as formas possíveis.

Se eu conseguir, vou mandar fotos para vocês durante a viagem.
Byee!

Nenhum comentário:

Postar um comentário