domingo, janeiro 23, 2011

Palavra Mágica


Todos nós somos palavras. Palavras mágicas. Somos como 'Abracadabra', ou 'Abrete-Sésamo' e quem sabe até mesmo 'Shazam'. Não somos nenhuma dessas palavras, mas somos similares a elas. Eu ainda não encontrei a minha palavra mágica, mas de tantas palavras existentes, sei que quando achar, vou reconhecê-la de imediato. Existem palavras que, apesar de pequenas, representam uma grandeza sem fim. Como 'para' e 'sempre'. Duas palavras que, sozinhas, não tem significado muito sugestivo, mas juntas se tornam algo pelo qual todos conquistam. E do mesmo modo, existem palavras que são grandes, e não tem nenhuma importância. Por exemplo, 'capivara'. Tem 8 letras, e é apenas um animal! Mas não é esse o ponto. A questão é que, existem muitas palavras que podem nos fazer ter diversas reações. Como 'eu', pode tornar alguém extremamente egocêntrica, ou 'traição', que pode nos trazer raiva, e até mesmo destruir relações. Mas há também frases como 'eu te amo' que nos fazem sonhar, flutuar, viajar, amar, imaginar, e nos aventurar. Ninguém dá importância as palavras, mas devo confessar que o indivíduo que as inventou é simplesmente genial. Eu sou um ser incompreensível, portanto, não espero que me entendam, só digo que, da mesma forma que uma palavra pode trazer coisas fantásticas, ela também pode mostrar a outra face de vez em quando, e te encher de surpresas desagradáveis. A questão é que não se deve ter muitas expectativas em relação as palavras, porque elas podem decepcionar de vez em quando... Contudo, sonhe, sonhe, e sonhe. Porque nos sonhos, nós estamos no controle. E não precisa dormir para sonhar, por muitas vezes já sonhei de olhos abertos.

Observação Importantíssima: Poucas pessoas sabem, mas a palavra “amor” é derivada da palavra “morte”. Quando você diz a uma pessoa “eu te amo”, é como se estivesse dizendo “eu morreria por você”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário